CopyRight © 2006 - GAMAGUI FESTAS - Todos os direitos reservados.

  • Facebook Classic
  • YouTube Classic
  • Twitter Classic

Nossa História começa mais ou menos assim...

A ESPERA DE UM MILAGRE!



Antes de me casar avisei ao Marcos que tinha dificuldades para engravidar...
Apesar disso tinha muita vontade, acreditava que algo faltava em minha vida e a maternidade completaria este buraco  em meu coração.
Foram anos de tratamento, muitos exames negativos, muito sofrimento.
O Marcos tentava esconder ao máximo como ficava triste com tudo aquilo que eu passava.
Mas eu não desistia, lá no fundo eu acreditava que iria conseguir.
Descobri aos 14 anos que tenho ovários policisticos, problema apresentado em milhares de mulheres que diminuem as chances de uma mulher engravidar.
Fui orientada pelos médicos para que não me preocupasse, por que quando realmente decidisse-mos ter um bebe a ciência nos ajudaria.
Sabendo de nossas dificuldades, mesmo depois de recém casados, nunca evitamos que uma gravidez espontânea acontecesse, pois a esperança de ter um filho era maior do que nossos piores medos. Depois de um período de tentativas, já estávamos casados a 6 anos e não tínhamos filhos, o tempo passou a ser o nosso maior inimigo e a incerteza a nossa maior angústia.
Daí procuramos ajuda especializada. Amigos e colegas que em nossas horas mais definísseis também chamava-vos de médicos e nas horas de desespero de anjos. Depois de experimentar-mos vários métodos, baterias de exames, resultados negativos, tentativas frustradas e tristezas com a possibilidade de nunca conseguirmos, recebemos a notícia que encheria nossas vidas de felicidade. Que existia uma nova técnica que aumentava a probabilidade de eu poder engravidar. Pensamos, procuramos informação a respeito, conversamos com especialistas e colocamos nossas crenças a toda prova e então decidimos que não poderíamos desistir agora depois de tanto esforço e aceitamos esse novo desafio.
Conhecemos uma equipe maravilhosa que nos acompanhou neste novo desafio(Equipe Dr. João Michelon - Fertilitat -
Hospital São Lucas da Puc RS) e aos meus 28 anos fui encaminhada a fertilização in vitro.

FIZ ENTÃO UMA PROMESSA:
SE EU CONSEGUISSE ENGRAVIDAR MUDARIA MINHA VIDA E ME DEDICARIA AS CRIANÇAS DE UM MODO GERAL.

A SEMENTE DO AMANHA



17.07.2003 inicia-se o tratamento para poder receber meu filho, meu corpo teve que passar por várias modificações, sacrifícios que somente uma mãe passaria pelo amor de seu filho.
Foram tantas as injeções, dores que não conseguia imaginar, porém a possível presença de meu filho me dava mais coragem para resistir.
Depois de seguir-mos todas as orientações médicas a risca em 18.08.2003 voltamos ao hospital sabendo que a medicação teve um resultado muito positivo. Foram retirados 11 óvulos, porém 10 foram fertilizados. Agora era saber qual o melhor momento para transferir-mos os embriões. Enquanto isso tomei várias vitaminas inclusive claras de ovo (seis por dia) para preparar bem meu organismo para receber os embriões. Tanta dedicação fez com que meu organismo responde-se muito além do esperado e por medida de segurança não transferi-mos quatro embriões como era o normal.
Em 21.08.2003 pouco mais de um mês depois foram transferidos dois, pois a possibilidade de gestação era muito grande.
Tudo o que poderia se fazer foi feito agora era só esperar. Acompanhamos tudo com muita ansiedade e com muitas eco grafias, o controle era necessário para saber se tudo andava bem, porém para nós pareciam testes para nossa fé.
Passaríamos ainda 14 dias nessa grande dúvida. Para nós parecia uma eternidade, ansiedade, depressão, eu já não conseguia esconder do Marcos minha decepção pois eu não sentia nada, somente chorava.
Em 04.09.2003 pela parte da manhã fui ao hospital para realizarmos o exame de gravidez comum a qualquer grávida.
O resultado sairia somente às 16 horas.
Para minha surpresa às 14 horas recebi a ligação da psicóloga da clínica. Como não foi meu médico a me ligar, senti uma tristeza eminente de que o resultado seria negativo. Porém o sentimento de decepção foi substituído por um sentimento que eu jamais vou esquecer. Fiquei sabendo que estava grávida, que havia vencido mais uma batalha em minha vida, vida que não seria mais a mesma, pois em mais alguns meses estaria com meu filho nos braços cantando as mais belas canções de amor que eu soubesse.

UM SONHO QUE TORNOU-SE REALIDADE

Chegou Luís Guilherme um garoto perfeito, larguei o trabalho (Zero Hora) e curti muito a gravidez e a chegada dele até bordado aprendi, foi tudo muito lindo.


E COM TODA A EUFORIA DA NOVA VIDA COM O LUIS GUILHERME ACABEI ESQUECENDO DA PROMESSA QUE FIZ, DE ME DEDICAR AS CRIANÇAS.


Chegando seu primeiro aniversário quis fazer um festão para comemorar a grande vitória da vida o primeiro aninho do sonho que tornou-se realidade.
Organizei toda sua festinha, cada detalhe, a festa foi um show! 5 horas e meia de animação e muitos ainda não quiseram ir embora.
Os parentes me procuravam depois para que eu ajudasse a organizar a festinha deles e dos parentes vieram os amigos dos parentes e isso virou uma bola de neve, quando vi já era tarde, tinha feito um macacão todo colorido já estava animando festas de amigos.
Foi quando recebi um convite de uma amiga para ajudá-la animar festas profissionalmente.


DEUS VEIO COBRAR A PROMESSA COM JUROS!!!


Ai não tive mais dúvida era realmente o que eu queria fazer, montei uma empresa de animação ,  me especializei no assunto animação (onde conseguiria chegar mais perto dos pequenos) fiz cursos e pesquisas de porta em porta e agora não me vejo mais fazendo outra coisa e peço a Deus forças e saúde para continuar animando, brincando e fazendo muitas crianças se divertirem muito.



BEM GENTE ESTA É A MINHA HISTÓRIA, A HISTÓRIA DA GAMAGUI PRODUÇÕES 

GA=gardeni MA=marcos e GUI=guilherme,

 "Nossa família"
família Gamagui.



Beijão a todos!